(21) 2617-0505 / 3617-1505 [email protected]

Serviços

A Ecologic realiza todos os tipos de Obras, Projetos e Licenciamentos Ambientais. Abaixo, listamos alguns desses serviços:

  • Execução e Acompanhamento de obras de terraplanagem
  • Avaliação Confirmatória
  • Avaliação Detalhada
  • Execução e Acompanha de Obras de Demolição
  • Execução e Acompanhamento de Supressão de Vegetação, destoca e remoção de camada Vegetal
  • Elaboração de Relatório Faunistico
  • Elaboração de Projeto de enriquecimento faunístico
  • Elaboração de Projeto e acompanhamento de Resgate de Fauna
  • Elaboração de Sondagem
  • Elaboração de Topografia e Topobatimetria

Área de Consultoria Ambiental

Consultoria Ambiental Estratégica

Consultoria Ambiental Estratégica é a especialidade da Ecologic, que fornece ao gestor ambiental informações críticas sobre o objeto da consultoria ambiental, permitindo a tomada de decisões de forma mais eficaz.

Para que a consultoria ambiental seja eficiente é necessário compreender as distinções e o histórico do caso, levando em consideração: os padrões ambientais rígidos, fortes pressões globais, reclamações comunitárias, interpretações divergentes da lei ambiental (ainda hoje não condensada), ações do Ministério Público, entre outros.

Em seguida são definidas estratégias específicas a cada consultoria ambiental, abordando as questões levantadas. A execução do serviço de consultoria ambiental visa sempre alcançar a conformidade, confiabilidade e inovação ambiental perante sociedade/mercado, Agências Ambientais (governo) e o público interno.

Com esse plano de consultoria ambiental a Ecologic atende seus clientes promovendo resultados extraordinários. E a aplicação é sempre conduzida por profissionais experientes, qualificados, especializados e principalmente, diferenciados, gerando soluções extraordinárias em consultoria ambiental que atendem aos interesses de todos os envolvidos.

Auditoria Ambiental

A Auditoria Ambiental é uma ferramenta que permite às empresas atingir e manter a eficácia da gestão ambiental em qualquer empresa por meio de um plano de ação completo e abrangente. A auditoria ambiental consegue apontar tanto as deficiências existentes como as futuras, prevenindo gastos mais elevados no futuro.

Primeiramente deve-se identificar o objeto desta auditoria ambiental, ou seja, detectar as vulnerabilidades ambientais, não só no âmbito da conformidade ambiental, mas considerando também riscos, imagem e sustentabilidade. Isso se dá através de observação qualitativa em campo, levantamento de documentos, reuniões com equipe e elaboração de diagnóstico conclusivo da auditoria ambiental baseado nestas informações.

Segundo a Norma NBR ISO 14.010 Auditoria Ambiental fica definida como:

“Processo sistemático e documentado de verificação, executado para obter e avaliar, de forma objetiva, evidências de auditoria para determinar se as atividades, eventos, sistemas de gestão e condições ambientais específicos ou as informações relacionadas a estes estão em conformidade com os critérios de auditoria e para comunicar os resultados deste processo ao cliente”.

A Ecologic tem grande experiência em auditoria ambiental e está preparada para conduzir auditorias em empresas e empreendimentos de todos os setores, incorporando especialistas da área ao time da auditoria ambiental, produzindo assim um retrato amplo e completo da atual condição ambiental. Esta auditoria ambiental servirá de alicerce à realização de ações corretivas, estratégicas, preventivas e gerativas.

Estudos de Viabilidade Ambiental e Locacional

O Estudo de Viabilidade Ambiental (EVA) e Locacional é essencial para o planejamento da atividade e seu respectivo licenciamento ambiental, de forma a apresentar se existe viabilidade ambiental para implantação do empreendimento, bem como a identificação do local mais apropriado.

É apresentado de forma preliminar ao EIA/RIMA.

Licenciamento Ambiental

Segundo a Resolução Conama 237 de 19 de Dezembro de 1997, fica definido em seu Art 1º que:

“I – Licenciamento Ambiental: procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e a operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais, consideradas efetiva ou potencialmente poluidoras ou daquelas que, sob qualquer forma, possam causar degradação ambiental, considerando as disposições legais e regulamentares e as normas técnicas aplicáveis ao caso.”

EIA/RIMA, Estudos de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente.

De acordo com o Art 1º da Resolução Conama 01 de 23 de Janeiro de 1986, considera-se impacto ambiental como:

“…qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam:

I – a saúde, a segurança e o bem-estar da população;

II – as atividades sociais e econômicas;

III – a biota;

IV – as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente;

V – a qualidade dos recursos ambientais.”

O EIA/RIMA é um instrumentos da política Nacional do Meio Ambiente e deve ser apresentado para análise dos órgãos ambientais competentes em casos de atividades utilizadoras de recursos ambientais consideradas de significativo potencial de degradação ou poluição para seu licenciamento ambiental.

“Art. 2º Dependerá de elaboração de estudo de impacto ambiental e respectivo relatório de impacto ambiental – RIMA, a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente – SEMA157 em caráter supletivo, o licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como:

I – Estradas de rodagem com duas ou mais faixas de rolamento;

II – Ferrovias;

III – Portos e terminais de minério, petróleo e produtos químicos;

IV – Aeroportos, conforme definidos pelo inciso 1, artigo 48, do Decreto-Lei nº 32, de 18 de setembro de 1966158;

V – Oleodutos, gasodutos, minerodutos, troncos coletores e emissários de esgotos sanitários; VI – Linhas de transmissão de energia elétrica, acima de 230KV;

VII – Obras hidráulicas para exploração de recursos hídricos, tais como: barragem159 para fi ns hidrelétricos, acima de 10MW, de saneamento ou de irrigação, abertura de canais para navegação, drenagem e irrigação, retificação de cursos d’água, abertura de barras e embocaduras, transposição de bacias, diques;

VIII – Extração de combustível fóssil (petróleo , xisto, carvão);

IX – Extração de minério, inclusive os da classe II, definidas no Código de Mineração;

X – Aterros sanitários, processamento e destino final de resíduos tóxicos ou perigosos;

Xl – Usinas de geração de eletricidade, qualquer que seja a fonte de energia primária, acima de 10MW;

XII – Complexo e unidades industriais e agro-industriais (petroquímicos, siderúrgicos, cloroquímicos, destilarias de álcool, hulha, extração e cultivo de recursos hídricos hidróbios?);

XIII – Distritos industriais e zonas estritamente industriais – ZEI;

XIV – Exploração econômica de madeira ou de lenha, em áreas acima de 100 hectares ou menores, quando atingir áreas significativas em termos percentuais ou de importância do ponto de vista ambiental;

XV – Projetos urbanísticos, acima de 100 ha ou em áreas consideradas de relevante interesse ambiental a critério da SEMA e dos órgãos municipais e estaduais competentes estaduais ou municipais;

XVI – Qualquer atividade que utilizar carvão vegetal, derivados ou produtos similares, em quantidade superior a dez toneladas por dia;

XVII – Projetos Agropecuários que contemplem áreas acima de 1.000 ha. ou menores, neste caso, quando se tratar de áreas significativas em termos percentuais ou de importância do ponto de vista ambiental, inclusive nas áreas de proteção ambiental;

XVIII – Empreendimentso potencialmente lesivos ao patrimônio espeleológico nacional.”

Relatório Ambiental Preliminar

O Relatório Ambiental Preliminar é um estudo técnico desenvolvido por uma equipe multidisciplinar, que tem como objetivo analisar a viabilidade ambiental de um empreendimento ou atividade cm potencial ou efetivamente causador de degradação ambiental para obtenção de Licença Prévia (LP).

Projetos de Controle de Poluição

Poluição pode ser classificada como qualquer forma de alteração do meio (solo, água, ar), implicando em prejuízos a todas as formas de vida que abrigam aquele meio.

A legislação brasileira define poluição como a degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente:

  • Prejudiquem a saúde, a segurança e o bem estar da população;
  • Criem condições adversas as atividades sociais e econômicas;
  • Afetam desfavoravelmente a biota;
  • Afetam as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente;
  • Lancem matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos.

Qualquer tipo de poluição deve ser analisada e controlada, a partir de Projetos e Planos de Controle de Ambiental, desenvolvida por equipe capacitada de forma a promover um meio ambiente ecologicamente equilibrado, garantindo a sadia qualidade de vida.

Estudos de Risco Ambiental

Segundo a Resolução Conama n° 420/2009, define-se risco como:

“XX – Risco: é a probabilidade de ocorrência de efeito(s) adverso(s) em receptores expostos a contaminantes;”

Estudo de Risco Ambiental é a avaliação sistemática de riscos associados com as ameaças à saúde humana e a segurança ambiental, decorrentes das atividades capazes de causar impactos, contínuos ou acidentais, no meio ambiente.

Consiste na identificação dos riscos, avaliação do grau de impacto, frequência de ocorrência e avaliação das medidas de prevenção e precaução.

Estudos e Remediação de Áreas Contaminadas

Segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA), entende-se por Área Contaminada:

“Área, terreno, local, instalação, edificação ou benfeitoria que contenha quantidades ou concentrações de quaisquer substâncias ou resíduos em condições que causem ou possam causar danos à saúde humana, ao meio ambiente ou a outro bem a proteger, que nela tenham sido depositados, acumulados, armazenados, enterrados ou infiltrados de forma planejada, acidental ou até mesmo natural.”

A Resolução Conama n° 420/2009 define o termo Remediação como:

“XVII – Remediação: uma das ações de intervenção para reabilitação de área contaminada, que consiste em aplicação de técnicas, visando à remoção, contenção ou redução das concentrações de contaminantes;”

Estudos Ambientais e Outros Serviços
EIV/RIV

Novas atividades ou empreendimentos que pretendem se instalar no espaço urbano e que possam trazer impactos (positivos ou negativos) socioculturais, econômicas e políticos em sua circunvizinhança, em casos definidos pelo por público municipal, devem ter o Estudo de Impacto Vizinhança e seu respectivo Relatório de Impacto Vizinhança.

Segundo o Estatuto da Cidade, lei nº 257/2001, fica definido que:

“Art. 36. Lei municipal definirá os empreendimentos e atividades privados ou públicos em área urbana que dependerão de elaboração de estudo prévio de impacto de vizinhança (EIV) para obter as licenças ou autorizações de construção, ampliação ou funcionamento a cargo do Poder Público municipal.

Art. 37. O EIV será executado de forma a contemplar os efeitos positivos e negativos do empreendimento ou atividade quanto à qualidade de vida da população residente na área e suas proximidades, incluindo a análise, no mínimo, das seguintes questões:

I – adensamento populacional;

II – equipamentos urbanos e comunitários;

III – uso e ocupação do solo;

IV – valorização imobiliária;

V – geração de tráfego e demanda por transporte público;

VI – ventilação e iluminação;

VII – paisagem urbana e patrimônio natural e cultural.”

PGRCC

O Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil é um documento técnico que aponta de forma quantitativa, os resíduos gerados na área da construção civil oriundos de construções, demolições, reparos e reformas, etc.

Estudo de impacto viário

O objetivo do Estudo de Impacto Viário ou de Trânsito é avaliar e determinar o alcance de impactos no sistema viário de uma região, que seriam ou que foram originados com a implantação de um determinado empreendimento.

Este é um estudo específico e pode ser solicitado juntamente com o EIV/RIV.

Área de Sustentabilidade Ambiental

Planos de Manejo de Meio Ambiente

Planos de Manejo de Meio Ambiente são as ferramentas básicas, em termos técnicos e legais, para o manejo das Unidades de Conservação, Áreas de Preservação Permanente (APP), Reservas Legais (de Patrimônio Nacional – RPPN), Parques, etc.

São baseados na realidade atual para escolher dentre as opções disponíveis, as decisões que melhor viabilizem o cumprimento dos objetivos que a legislação prevê para cada categoria.

Priorizam a preservação da fauna e flora, concluindo a melhor ou mais viável das alternativas para evitar erros irremediáveis. Os planos de manejo devem ainda abordar toda a questão da sustentabilidade da reserva natural, isto é, as medidas para que o ecossistema seja preservado de forma duradoura.

Ou seja, os planos de manejo são matrizes para a implementação, uso e manutenção de uma unidade de conservação.

A Ecologic está preparada para elaborar Planos de Manejo de Meio Ambiente completos e responsáveis, que permitam não apenas a preservação mas a exploração consciente destas reservas.

Projetos de Sustentabilidade Ambiental

Os projetos de sustentabilidade ambiental visam à satisfação das necessidades da geração presente sem comprometer a capacidade das futuras, enquanto preservando a característica custo-benefício às empresas e empreendimentos.

Sustentabilidade é de fato um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade de aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana que, preservam a biodiversidade e os ecossistemas naturais, planejando e agindo em sua manutenção. Estes projetos de sustentabilidade ambiental são um meio de configurar as atividades humanas, de tal forma que a sociedade e as suas economias possam satisfazer as suas necessidades e expressar o seu maior potencial no presente.

Um empreendimento sustentável deve obedecer a quatro requisitos básicos de projetos de sustentabilidade ambiental:

• Ser ecologicamente correto;

• Economicamente viável;

• Socialmente justo;

• Culturalmente aceito.

A Ecologic está preparada para elaborar Projetos de Sustentabilidade Ambiental, visando conscientizar as empresas e a sociedade de que preservar o meio ambiente e contribuir socialmente garantem lucratividade, redução de desperdício e boa imagem.

Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL)

O Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) é ainda um incentivo para empresas de países mais industrializados investirem em projetos de redução de emissões dos países em desenvolvimento, como o Brasil.

Dentre os inúmeros tipos de projetos de MDL que podem ser desenvolvidos, pode-se citar:

• Captura de gás em aterro sanitário;
• Tratamento de dejetos suínos e reaproveitamento de biogás;
• Troca de combustível;
• Geração de energia por fontes renováveis (biomassa, energia eólica, pequenas e médias hidroelétricas), energia solar;
• Compostagem de resíduos sólidos urbanos;
• Geração de metano a partir de resíduos orgânico (biogasificação);
• Pirólise de resíduos.

Estes projetos de MDL permitem, mediante a comprovação da redução de emissões ou pelo sequestro de carbono, a obtenção dos “Créditos de Carbono”.

Para pleitear a emissão de créditos de carbono, é necessário elaborar projeto de MDL, de acordo com metodologias internacionais, e submetê-lo a órgãos auditores credenciados para avalizar as melhorias projetadas, e assim solicitar a emissão dos créditos de carbono.

Este projeto de MDL não aborda apenas o sequestro do carbono em si, mas também os consideram pesos diferenciados atribuídos a outros gases causadores do efeito estufa, como o Metano (CH4), Óxido Nitroso (N2O), Perfluorcarbonos (PFCs), Hidrofluorcarbonos (HFCs) e Hexafluoreto de Enxofre (SF6). Por exemplo, o CH4 é considerado até 23 vezes mais impactante que o CO2.

Estes são títulos de valor internacional, funcionam como uma “moeda” ambiental que pode ser negociada em bolsas de valores oficiais ou em mercados voluntários, tornando ao empreendedor em renda.

A Ecologic está preparada para elaborar projetos de MDL com qualidade e solidez, auxiliando no alcance da Sustentabilidade Ambiental em todo o mundo.

Educação Ambiental para Empresas

A Educação Ambiental para empresas visa levar aos colaboradores da organização, conhecimentos e reflexões importantes sobre as principais questões ambientais que integram a busca pela sustentabilidade. Ela trabalha com a capacitação dos trabalhadores em realizar boas práticas no âmbito profissional e pessoal.

A Ecologic está preparada para elaborar Projetos Educacionais para empresas, visando conscientizar os funcionários a praticar boas ações ambientais diariamente.

Projeto de Recuperação da Área Degradada

O Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) é um estudo que deve reunir informações, diagnósticos e levantamentos a fim de avaliar a degradação da área estudada, visando definir medidas de recuperação da mesma, estando em conformidade com a legislação vigente.

A Ecologic está capacitada para elaborar PRAD para diversos ambientes deteriorados, seja pela ação antrópica ou natural, visando a recuperação dos mesmos.

Projeto Paisagístico

É um Projeto desenvolvido para criação de diversos ambientes (internos e externos), prezando pela beleza, modernidade e bem estar, mas principalmente promovendo o equilíbrio do ecossistema.

A Ecologic está capacitada para elaborar Projetos Paisagísticos, internos e externos, sempre gerando a integração entre os diversos elementos que compõem o ambiente.

Projeto de Restauração Florestal

Projeto de Restauração Florestal (PRF) é instrumento de ordenamento, sistematização, planejamento, execução e monitoramento da restauração florestal, com objetivos, metodologias, prazos e metas definidos para o estabelecimento de um novo ecossistema florestal;

A restauração florestal compete no restabelecimento de um ecossistema que foi degradado, danificado ou destruído, consistindo em atividade intencional que desencadeia ou acelera a recuperação da integridade ecológica de um ecossistema, de forma natural ou assistida, incluindo um nível mínimo de biodiversidade e de variabilidade na estrutura e funcionamento dos processos ecológicos, considerando seus valores ecológicos, ambientais e sociais;

A Ecologic está capacitada para elaborar PRF para diversos ambientes deteriorados, seja pela ação antrópica ou natural, visando a restauração dos mesmos.

Projeto de Cortina Arbórea

As cortinas verdes são projetadas com a finalidade de mitigar impactos ambientais, bem como evitar a propagação de ruídos e material particulado para a atmosfera. Para tal, as cortinas devem romper a continuidade visual entre as áreas degradadas e os possíveis elementos artificiais implantados (pilhas de resíduos, edificações, arruamentos, pátios, etc.), através de barreiras arbóreas densas.

Promover a estabilização das áreas e melhorar o seu aspecto paisagístico, além de delimitar e fornecer a proteção física do perímetro, com seu enfoque voltado para o restabelecimento das funções ecológicas do ambiente que sofreu processos exploratórios pela intervenção antrópica ao longo do tempo.

A Ecologic está habilitada para elaborar Projetos de Cortina Arbórea para diversos tipos de empreendimentos.

Atenção

Esses são apenas alguns exemplos dos Serviços que oferecemos, se você está precisando de algum serviço no segmento de Obras, Projetos e Licenciamentos Ambientais, não hesite em nos contatar, faremos o possível para lhe atender em suas necessidades e da melhor forma.

Olá! Como posso ajudar?
Powered by